Home Dispositivos Os melhores e mais ambiciosos jogos "indie" da BGS 2018!

Os melhores e mais ambiciosos jogos “indie” da BGS 2018!

Uma das coisas mais legais da BGS esse ano foi o espaço destinado aos jogos independentes, que a cada nova edição de feira traz mais e mais títulos brasileiros em ascensão no mercado de games nacional.

Resultado de imagem para avenida indie bgs 2018

Muitas vezes com a força das “próprias pernas”, as desenvolvedoras vem a feira para apresentar seus trabalhos e ganham o público pela sua simplicidade, o que gera aquele entusiasmo de ver o Brasil sendo bem representado lá fora. Apesar dos desafios, muitos jogos legais acabam saindo de lá e por isso temos orgulho de mostrá-los aqui no nosso site.

Assim como no ano passado, conversamos com alguns desenvolvedores e separamos aqui uma lista com os jogos mais legais que encontramos na Avenida Indie da BGS 2018. Confira:


Sleight

O primeiro jogo que nos chamou atenção na feira foi Sleight, um jogo de detetive onde seu objetivo principal é encontrar um suposto ladrão de jóias que está escondido no meio de uma multidão.

O jogo foi desenvolvido pela Demerara Games, produtora sediada em Natal/RN e que atua no mercado de games já faz um ano. A empresa resolveu adotar um estilo bem “Noir” para Sleight, já que a temática do jogo é justamente mais investigativa. A forma como o jogo foi promovido durante a feira também foi super bacana, com o sorteio um Nintendo Switch, plataforma super amigável para jogos indie.

O legal de Sleight é que é uma espécie de jogo de “gato e rato”, já que o game foi feito para ser jogado por dois jogadores. Um deles será o detetive, que precisa ficar atento a tela para encontrar o bandido, que pode ser qualquer um dos NPCs que se movimentam pelo famoso museu Manor LeBleu. Já o outro jogado será o bandido, que tem como missão roubar apenas um dos cincos rubis espalhados pelo museu.

Porém as tarefas nos dois casos não são nada fáceis. O bandido pode despercebidamente desligar os alarmes em volta dos rubis e também pode apagar as luzes do museu a fim de despistar o detetive. Já o detetive pode usar sua lupa para encontrar as pegadas do bandido e também pode usar o “foco” para diminuir a velocidade do jogo e chegar mais rápido ao bandido, caso encontre-o no meio da multidão.

Segundo os produtores do jogo, o game ainda está em Early Acess e a versão final contará com um modo multiplayer online, assim como outros modo de jogo. A versão apresentada para o público durante a feira, pode ser baixada clicando aqui neste link.

Sleight será lançado para PC via Steam, até o fim do ano. É esperado que no futuro que o jogo também ganhe versões para outras plataformas, incluindo o Nintendo Switch.


DOLMEN

Outro jogo que chamou muito a atenção durante a BGS 2018 foi DOLMEN, criado pela Massive Work Studio. O game conta a história de uma expedição mal-sucedida em um planeta distante que acaba virando um massacre de grandes proporções de diversas raças alienígenas.

Com diversas referências a filmes de ficção cientifica, o jogo é uma boa ideia para aqueles que curtem a emoção de se aventurar no espaço. Você controla o último membro sobrevivente da tripulação, que acabou acordando depois da tragédia e por isso ainda não sabe o que aconteceu. Sua missão é investigar o massacre e procurar pelos outros membros, mesmo que provavelmente já estejam todos mortos.

Os monstros alienígenas desse jogo são realmente assustadores, o que dá aquela aflição na hora que você encontra um bicho que já começa pulando em você. Além disso, o que impressiona nesse jogo é a qualidade gráfica, que utiliza a Unreal Engine. Os gráficos estão sensacionais, sem desmerecer os jogos brasileiros, mas até parece um game de estúdio grande. Os cenários, as animações, tudo é muito bem desenhado, então nem vou me alongar muito já que o jogo tem até trailer lançado, pra você ver… vai brincando.

Confira então o vídeo promocional do jogo:

DOLMEN está sendo desenvolvido para rodar nas plataformas PC e Xbox One e por enquanto ainda não tem data de lançamento confirmada. Mais informações sobre o jogo você confere aqui neste link.


O Rei do Cangaço

Outro jogo bastante promissor é O Rei do Cangaço, jogo de realidade virtual baseado nas histórias do Lampião, um dos mais famosos personagens da cultura do Nordeste brasileiro.

No jogo desenvolvido pela Ignite Games, você encarna o famoso cangaceiro numa espécie de “Purgatório”, onde você é o juiz das almas que foram levadas para lá. Em suas mãos existem duas armas, uma para levar as pessoas para o Céu (a arma azul) e a outra para levar elas para o Inferno (a arma vermelha). Seu objetivo é livrar o sertão dos “filhos da peste”, atirando neles com as armas certas e assim enviá-los ao lugar que merecem de fato.

Por ser um jogo de VR, a desenvolvedora resolveu criar uma atmosfera bem parecida com o sertão brasileiro mesmo. As cores são bem expressivas nesse jogo e isso auxilia na hora de diferenciar os inimigos, que começam a aparecer na sua frente como verdadeiros “zumbis”, avançando por toda a parte.

Ainda em fase de desenvolvimento, o game quer ser precursor nas narrativas nordestinas, já que é raro ver um jogo brasileiro baseado nesse tipo de cultura do nosso país. A ideia de uma história do Lampião é bem interessante e tem bastante conteúdo para ser abordado em um possível modo história do jogo, no futuro.

O Rei do Cangaço por enquanto ainda não tem data de lançamento, mas sabemos que chegará a Steam em breve. Mais informações na página oficial do jogo no Facebook.

Luiz Vasconcelos
Made by Gamers!
- Publicidade -
- Publicidade -

REVIEWS

- Publicidade -

PITACOS

- Publicidade -

LISTAS

- Publicidade -

EVENTOS

- Publicidade -