Home Microsoft Nós testamos Battlefield V e Sekiro: Shadows Die Twice na BGS 2018!

Nós testamos Battlefield V e Sekiro: Shadows Die Twice na BGS 2018!

Jogos de época como Battlefield V e Sekiro: Shadows Die Twice, sempre foram uma vertente muito forte no mundo dos games. O primeiro por retratar a Segunda Guerra Mundial e o segundo por se passar durante o período sanguinário dos samurais, no Japão Feudal.

Essas duas grandes novidades foram devidamente testadas pela nossa equipe esse final de semana na BGS 2018. Abaixo você confere as nossas impressões sobre os games, além de um resumo do que as demos ofereciam aos jogadores:


Battlefield V

Situado na Segunda Guerra, BFV traz um rebalanceamento de suas classes e inclui também um novo sistema de construção, que permite criar barreiras para impedir o avanço de inimigos ou reconstruir cenários para garantir vantagens ao seu time.

A demo/beta do jogo que testamos no stand da NVidia apresentava o modo “Conquista” com cerca de 32 jogadores (16 vs 16) se enfrentando no mapa Rotterdam, em um confronto entre as forças britânicas e alemãs.

O novo jogo conta gráficos muito avançados e bonitos, que trazem realmente um ambiente realista do que era a guerra naquela época. Porém, os visuais continuam bem semelhantes ao seu antecessor, Battlefield 1, sem muitas novidades. Além dos gráficos, a jogabilidade também é bastante semelhante ao jogo anterior da franquia, porém com armas, veículos e aspectos diferentes, que destacaremos nesse post.

O mapa em si é relativamente grande, porém por ser um cenário urbano, acaba sendo cheio de obstáculos. Além disso, a destruição do cenário não é apenas “decorativa”, agora ela também afeta a gameplay, como por exemplo, a destruição de pontes, que impossibilita veículos e acessarem certas partes do mapa.

A tecla de “avistar” agora também coloca objetivos visuais no local indicado caso o jogador seja líder do esquadrão. Destruir veículos dão muito mais pontos que nos jogos anteriores, onde o máximo de pontos era +100 por veículo e outros +100 para cada oponente morto. Agora veículos dão +1000 pontos ao total, por ser uma tarefa mais difícil e que muda completamente o panorama do confronto.

Tanques possuem munição limitada, tanto da arma principal (canhão), tanto da secundária (metralhadora). Cada tanque tem suas vulnerabilidades, poder de fogo e velocidade diferentes, assim o jogador precisa aprender a jogar com cada veículo individualmente. Já quando o jogador é abatido, ele pode esperar “caído” no campo de batalha um médico aliado vir resgata-lo, ou desistir e renascer novamente, aspecto já existente em jogos anteriores, porém, desta vez com animações bem realistas.

Em resumo, o jogo ganhou muitas novidades em relação à Battlefield 1 e apesar das polêmicas envolvendo “diversidade” e “exatidão histórica”, BFV é com certeza um dos jogos mais aguardados esse ano. Além do tradicional multiplayer pra 64 jogadores, o jogo também entra na onda do Battle Royale, com grandes desafios para jogar em equipe.

Battlefield V será lançado no dia 20 de Novembro de 2018 e terá versões para Xbox One, PS4 e PC.


Sekiro: Shadows Die Twice

Criado pela From Software, a mesma produtora de Dark Souls e Bloodborne, Sekiro oferece uma experiência ninja no Japão do século XV, com muito mais liberdade  e velocidade de combate do que as outras franquias da produtora.

Na demo que jogamos no stand da PlayStation, o protagonista que dá nome ao jogo está em cima de uma árvore, observando a fortaleza que irá atacar naquele momento. Para chegar até lá, Sekiro usa uma corda amarrada a um gancho para escalar os cenários a uma velocidade alucinante e também conta com uma espécie de braço mecânico, que possui diversas ferramentas mortais para alimentar o seu sistema de combate.

Além disso, Sekiro utiliza uma espada samurai que pode ser usada tanto para atacar, apertando o R1 (RB no Xbox One), quanto para se defender, apertando o L1 (LB no Xbox One). Porém, a defesa é um passo mais complicado, já que o jogador precisa apertar o botão na hora certa, antes do ataque do oponente. Isso faz com que o combate fique mais real, ao mesmo tempo, mais difícil.

As semelhanças com o outro jogo da produtora, Dark Souls, vão muito além da qualidade gráfica. Devido a sistema de combate ser bem complicado, o jogador acaba morrendo diversas vezes. Porém, nesse jogo, o protagonista possui um tipo de habilidade especial, que o faz reviver após a primeira morte, o que referencia o subtítulo do jogo: Shadows Die Twice. Esse habilidade vai sendo “renovada”, durante o período de tempo entre uma morte e outra.

Pra finalizar, os gráficos de Sekiro estão sensacionais e remetem muito ao Japão daquela época, especialmente na caracterização dos personagens e nos cenários belíssimos do jogo. No começo o game pode parecer um pouco difícil, mas após algumas “mortes” o jogador vai pegando a manha de como se defender e principalmente quando atacar, para não correr riscos desnecessários.

Sekiro: Shadows Die Twice estará disponível a partir do dia 22 de Março de 2019, para as plataformas Xbox One, PS4 e PC.


No mais, é isso aí galera. Fique ligado no Game Notícia para saber nossas impressões sobre os outros jogos que testamos na BGS 2018!

Luiz Vasconcelos
Made by Gamers!
- Publicidade -
- Publicidade -

REVIEWS

- Publicidade -

PITACOS

- Publicidade -

LISTAS

- Publicidade -

EVENTOS

- Publicidade -