[REVIEW] Mario + Rabbids Kingdom Battle, o “crossover” mais maluco que você já viu!

Compartilhe isso:

Quem imaginaria que um dia o mascote oficial da Nintendo, se uniria aos “coelhinhos barulhentos” da Ubisoft em um jogo de aventura RPG de turnos?

Pois é, isso agora virou realidade com o novo Mario + Rabbis Kingdom Battle, uma parceira feita entre as duas empresas que resultou em um dos jogos mais engraçados desse ano. Tudo porquê a enredo já é absurdamente insano logo de começo.

A história começa com um cientista, muito fã do bigodudo, que cria um equipamento capaz de fundir coisas chamado SupaMerge. O que ele não esperava é que criaturas malucas chamadas Rabbids, saíssem de sua “máquina de lavar do tempo” e comprometessem seus experimentos.

Os Rabbids chegam então ao Reino dos Cogumelos e um deles começa a instaurar o caos por lá, transformando os coelhos em criaturas perigosas, inspiradas em personagens daquele mundo. Sua missão é ajudar Mario e seus amigos a tentar desfazer essa bagunça toda.

Você terá a ajuda de um simpático robôzinho chamado Beep-O, que guia os heróis pelos cenários e de alguns Rabbids bonzinhos, fantasiados como os personagens da Nintendo, formando uma equipe de até 8 heróis.

Esse novo formato de RPG de turnos é inédito dentro da franquia do Bigodudo e lembra bastante a série de estratégia XCOM. O jogo conta  com três níveis de dificuldade, sendo possível jogar também desafios cooperativos adicionais com um amigo em modo multiplayer.

Seguindo a fórmula do clássico Super Mario RPG, o jogo traz uma dinâmica simples e explicativa para os jogadores iniciantes, além de trazer vilões bem engraçados e desafiadores, como um cantor de Ópera ou um coelhão fantasiado de Donkey Kong. É diversão que não acaba mais.

O jogo conta com quatro mundos clássicos repletos de baús e segredos, com vários puzzles a serem solucionados inimigos imprevisíveis no campo de batalha. Mario e seus amigos podem usar centenas de armas diferentes para travar combate com seus adversários. Os jogadores poderão fazer diversas combinações, escolhendo como melhor equipar cada um dos seus oito heróis.


NOTA 7,5/10!

Outras Notícias:

Deixe uma resposta